Goiânia, quinta-feira, 23 de junho de 2016

Cirurgia Plástica e Autoestima | Sobre Todas as Coisas

www.drfernandorodrigues.com.br

É cada vez maior a preocupação das pessoas com a beleza. Seja homem ou mulher, ter um corpo escultural é uma questão de estética e de boa imagem. Seria então como uma espécie de cartão de visita. Ser belo, de acordo com as medidas ditadas pela sociedade de consumo é o sonho de muita gente. E quem busca essa perfeição ou por questões de estética ou por necessidade de reparação e para quem tem pressa por resultados a curto prazo, a cirurgia plástica, pode ser o caminho mais curto. Mas até que ponto a busca pelo corpo perfeito é válida e necessária? É sobre isso que o Programa Sobre Todas as Coisas vai abordar na segunda-feira, 27 de junho, ao vivo, à partir das 20h, pela Televisão Brasil Central. O programa também vai mostrar o resultado de uma campanha da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, regional de Goiás, que foi realizada este mês em Goiânia . Foram feitas cirurgias reparadoras em cem pacientes que não tinham recursos para arcar com as despesas totais dos procedimentos . A campanha chamada Cirurgia Plástica , Anestesiologia e Hospitais Solidários contou com o apoio de médicos e anestesiologistas que trabalharam de forma voluntária, e também de hospitais da capital que subsidiaram os custos hospitalares, o que ajudou a reduzir consideravelmente os valores pagos pelos pacientes. Nessa campanha foram excluídas as cirurgias estéticas e priorizadas as reparadoras mais urgentes como por exemplo, a correção de cicatrizes, otoplastia (orelha de abano), reparação de sequelas de tratamentos oncológicos e cirurgias nas mamas e abdome de pacientes que eram obesos e foram submetidos a procedimentos bariátricos. Vão participar do programa o presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica Regional de Goiás, o médico Luiz Humberto Garcia de Souza; a operadora de telemarketing Geize Viviane dos Santos, uma das pacientes que participaram da campanha e a psicóloga clínica, Milena da Silva Bastos Martins.


Participe e dê sua opinião através das redes sociais @sobretodas.



Android e iOS | Aplicativo para ver e ouvir TBC, Rádio Brasil Central AM e RBC FM

Ficou ainda mais fácil assistir a TV Brasil Central em celulares e tablets, basta instalar o aplicativo da Agência Brasil Central:

É preciso estar conectado à internet. No aplicativo você também ouve as nossas rádios: RBC AM e RBC FM.

Até mais!

Goiânia, terça-feira, 21 de junho de 2016

José Eliton fala de política e segurança pública no Roda de entrevista desta terça.

O Roda de Entrevista conversa hoje com o Vice-Governador e Secretário Estadual de Segurança Pública, José Eliton. O que mudou na segurança e as principais ações implantadas para reduzir a criminalidade nesses últimos meses; o cenário político e econômico regional e nacional; perspectivas para as próximas eleições. Estes são os destaques da entrevista. Ao vivo, às 22 horas.

Goiânia, quinta-feira, 16 de junho de 2016

Homofobia | Sobre Todas as Coisas

www.folhavitoria.com.br

Essa semana dois casos de homofobia ganharam destaque na imprensa. Em Goiânia, duas mulheres denunciaram que sofreram agressões verbais de um médico por serem lésbicas. A agressão foi gravada e o vídeo ganhou as redes sociais e grande repercussão. O casal de mulheres registrou queixa contra o médico, que agora deverá prestar contas à polícia e à justiça. Nos Estados Unidos, na Flórida, em uma boate voltada para o público gay, 49 pessoas foram assassinadas por um homem de 29 anos. Outras 53 ficaram feridas. As investigações sobre as causas do massacre trabalham com várias possibilidades entre elas, por motivação religiosa e por comportamento homofóbico. No Brasil, segundo dados divulgados recentemente pelo Grupo Gay da Bahia (GGB), os assassinatos de homossexuais, travestis e lésbicas em todo o país somaram 260 no ano passado, registrando um crescimento de 31% sobre o total registrado em 2009. Ainda segundo o Grupo Gay da Bahia, o Brasil é o campeão mundial de crimes homofóbicos e o risco de um homossexual ser assassinado no Brasil é 785% maior que nos Estados Unidos. Os homossexuais sofrem ainda preconceito no trabalho, assédio moral e perseguição. No Brasil não existe uma lei específica para punir com rigor crimes dessa natureza. No Congresso Nacional, um projeto de lei que criminaliza a homofobia está com o texto bloqueado há dez anos. Apresentada em 2006 na Câmara dos Deputados, a proposta prevê pena de cinco anos de prisão para quem cometer atos diretos ou indiretos de discriminação ou preconceito motivado pela orientação sexual. Atualmente o projeto está na Comissão de Constituição e Justiça do Senado para ser anexado à discussão sobre a reformulação do Código Penal. Mas porque há tanta intolerância à diversidade sexual nos dias de hoje? E porque esse projeto de lei é tão difícil de ser levado adiante pelos nossos parlamentares. É sobre esse assunto que o Programa Sobre Todas as Coisas vai discutir na segunda-feira, 20 de junho, a partir das 20 h, pela Televisão Brasil Central. No estúdio, com os apresentadores Susete Amâncio e Fernando Paes, o psicólogo Wadson Arantes; a advogada Chyntia Barcellos e o radialista Liorcino Mendes.

Participe e dê sua opinião através das redes sociais @sobretodas.

Goiânia, terça-feira, 14 de junho de 2016

As mudanças contábeis e jurídicas para as eleições em 2016 são assunto do Roda de Entrevista hoje

O convidado especial do Roda de Entrevista desta terça-feira é o presidente do Conselho Regional de Contabilidade de Goiás, Edson Bento dos Santos. O que muda nas próximas eleições com as novas regras da mini reforma eleitoral e prestação de contas de campanha, sob aspectos contábeis e jurídicos. Estes são os principais assuntos do programa, que vai ao ar, ao vivo, às 22 horas. TBC- Canal 13, e NET - Canal 20. Participação especial dos jornalistas convidados Bruno Nascimento e Elder Dias.



Apresentação: Carla Lacerda
Produção: Ana Lucia Pereira e Norma Leitte

Goiânia, quinta-feira, 9 de junho de 2016

O valor do seu voto | Sobre Todas as Coisas

alagoas24horas.com.br
Estamos em um ano eleitoral. O primeiro turno das eleições municipais de 2016, que elegerão prefeitos e vereadores, será realizada em 2 de outubro, primeiro domingo do mês. O segundo turno, somente em cidades com mais de 200 mil eleitores, está marcado para 30 de outubro, último domingo do mês. Como estamos vivendo uma crise política e econômica, o eleitor brasileiro deve estar de certa forma, desconfiado e muito mais crítico em relação à classe política. Convencer então o eleitor, que viu nos últimos meses, uma avalanche de denúncias contra políticos corruptos e tantos outros casos de má gestão com o dinheiro público, a pensar diferente, não será tarefa nada fácil para os futuros candidatos. As primeiras pesquisas da corrida eleitoral já estão sendo divulgadas. Até o dia 05 de agosto, prazo máximo para os partidos indicarem os candidatos a prefeito e vereadores, muita negociação e estratégia política vão estar em campo. E é esse o assunto do programa Sobre Todas as Coisas desta segunda-feira, 13 de junho, ao vivo a partir das 20 h pela Televisão Brasil Central. O que diz o eleitor? Como estão os preparativos da Justiça Eleitoral? Qual a análise político-científica da atual situação brasileira? E quais as estratégias que deverão ser adotadas pelos partidos políticos e seus marqueteiros para chamar a atenção do eleitor? Participe e dê sua opinião através das redes sociais @sobretodas


Goiânia, terça-feira, 7 de junho de 2016

Agricultura e sustentabilidade estão em debate hoje, no Roda de Entrevista

O Roda de Entrevista recebe nesta terça-feira, dia 07 de junho, o escritor e ambientalista belga, Frei Luc Vankrunkelsven. O tema do nosso programa hoje é meio ambiente, com o foco em modelos de consumo responsável e ecologicamente corretos, além do desenvolvimento de uma economia agrícola viável, saudável e socialmente justa. O programa é ao vivo, às 22 horas, na TBC - Canal 13.

A apresentação fica por conta da jornalista Carla Lacerda, com participação dos convidados Emmerson Kran e Carlos Pereira.

Produção: Ana Lucia Pereira e Norma Leitte